STJ é homenageado por seus 30 anos em publicação especial da AASP

Por 12 de abril de 2019 agosto 19th, 2019 Eventos

Ministro Presidente do STJ João Otávio de Noronha, recebe a Associação dos Advogados de São Paulo Foto: Emerson Leal / STJ

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, recebeu na quarta-feira (10) a edição 141 da Revista do Advogado. A publicação, que homenageia os 30 anos do tribunal, foi entregue pelo presidente da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP), Renato José Cury, e pelos coordenadores da obra, Marcio Kayatt e Roberto Rosas.

Do encontro, no gabinete da presidência do tribunal, também participou o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins.

Com 224 páginas, a revista reúne artigos de vários profissionais do direito sobre temas relacionados à competência do STJ.

“Agradeço, em nome do STJ, a bela homenagem da AASP, entidade que tanto orgulha os operadores do direito. A obra, enriquecida com artigos sobre temas recorrentes no STJ e de grande interesse da sociedade, veio abrilhantar ainda mais nossas comemorações pelos 30 anos da Corte Cidadã”, declarou João Otávio de Noronha.

Segundo Renato José Cury, “a publicação é o reconhecimento da entidade ao importante papel que o STJ tem desempenhado ao longo desses anos. Foi uma forma que encontramos de reunir renomados articulistas que trataram de temas relevantes debatidos pelo Tribunal da Cidadania”.

“Com a edição da Revista do Advogado em homenagem aos 30 anos do STJ, ao mesmo tempo em que reverencia o Tribunal da Cidadania pelo seu incansável trabalho, a AASP cumpre seu papel institucional de propagar a cultura jurídica”, destacou Marcio Kayatt.

Fundada em 1943, a AASP tem o objetivo de prestar serviços que facilitem o exercício profissional da advocacia. Atualmente, está presente em todo o país e conta com cerca de 81 mil associados, sendo considerada a maior associação de advogados da América Latina.

Selo 30 anos, 30 históriasEsse texto foi originalmente publicado no Portal do STJ.